Tudo sobre comprar um imóvel, investir ou alugar

Planejamento 2024: rumo ao imóvel dos sonhos

Se comprar o imóvel dos seus sonhos está no topo da sua lista de metas para 2024, é hora de começar a planejar. Investir na casa própria é uma decisão importante e envolve diversos aspectos, desde o planejamento financeiro até a documentação necessária.

Neste artigo, vamos mostrar algumas dicas essenciais para que você se prepare para realizar esse sonho e descubra como comprar imóvel em 2024.

1. Planejamento financeiro

Antes de começar a procurar o imóvel ideal, é necessário estabelecer um planejamento financeiro sólido. Analise suas finanças, determine o valor que você pode investir na compra da casa e defina um orçamento realista. Considere não apenas o valor da entrada, mas também os custos associados, como taxas de corretagem, escritura, impostos e outros. Lembre-se de que um bom planejamento financeiro não apenas facilita a compra, mas também garante sua estabilidade financeira futura.

2. Economize para a entrada

A maioria das pessoas não possui os recursos necessários para comprar uma casa à vista. Economizar para a entrada é fundamental. Defina uma meta mensal e reserve um valor fixo. Considere investir seu dinheiro em opções que possam render juros ao longo do tempo, ajudando a aumentar o valor disponível para dar como sinal, quando for o momento de comprar.

A entrada ideal para financiamento de um imóvel no Brasil pode variar dependendo das políticas das instituições financeiras e das condições específicas de cada caso. No entanto, geralmente, a entrada mínima costuma ser de 20% a 30% do valor total do imóvel.

É importante lembrar que algumas instituições financeiras podem oferecer condições mais flexíveis, enquanto outras podem exigir uma entrada maior. Além disso, o perfil do comprador, o valor do imóvel e as condições do mercado imobiliário também podem influenciar no montante final.

3. Conheça seu score de crédito

Seu histórico de crédito desempenha um papel determinante na obtenção de financiamento imobiliário. Antes de iniciar o processo de compra, verifique sua pontuação de crédito e tome medidas para melhorá-lo, se necessário.

Ter o “nome sujo”, ou seja, estar com restrições no CPF devido a dívidas em aberto, pode dificultar a concessão de crédito, por isso é importante manter um bom histórico com os bancos.

4. Estude as opções de financiamento

Existem diversas opções de financiamento disponíveis. Execute e compare as taxas de diferentes instituições financeiras para encontrar a melhor oferta. Considere também a possibilidade de programas governamentais de incentivo à habitação, que podem oferecer condições especiais.

No Brasil, existem várias opções de financiamento imobiliário, mas as mais comuns são:

I.   SFH - Sistema Financeiro de Habitação

Este é um programa do Governo Federal com concessão de até 80% do valor do imóvel, desde que este não seja superior a R$1,5 milhão.

Outro detalhe importante é que o valor mensal das parcelas num contrato regido pelo SFH não pode ser maior que 30% da renda bruta da pessoa física que pedir o financiamento do imóvel.

II.   SFI - Sistema de Financiamento Imobiliário

Essa também é uma modalidade de financiamento criada pelo Governo Federal, mas com maior liberdade de negociação entre cliente e banco.

Neste caso não é exigido um valor máximo de avaliação do imóvel e nem um limite de renda como no SFH. Por outro lado, os juros são maiores e mais voláteis.

O valor financiado pode chegar até 90% do valor total do imóvel, com o prazo de quitação máximo de 35 anos. Além disso, podem usufruir deste tipo de financiamento tanto pessoas físicas, quanto jurídicas.

III.   SAC - Sistema de Amortização Constante

No SAC, as prestações começam com valores mais altos e vão diminuindo ao longo do tempo. O valor principal (capital) é amortizado de forma constante a cada período, o que

resulta em uma redução gradual das parcelas.

IV.   Price

Nesse sistema, as prestações são fixas, mas a composição entre juros e amortização varia. No início, a maior parte da prestação é referente a juros, e a parte da amortização aumenta ao longo do tempo.

Mas atenção! As prestações podem variar de acordo com a inflação, uma vez que esse sistema utiliza a Taxa Referencial para reajustar as prestações e o saldo devedor.

Leia Também: A importância da vistoria na hora de vender ou alugar um imóvel

5. Documentação necessária

Antes de fechar qualquer negócio, é fundamental garantir que toda a documentação esteja em ordem. Isso inclui comprovantes de renda, declarações de imposto de renda, comprovantes de residência e qualquer outro documento exigido pelo agente imobiliário ou instituição financeira. Manter uma documentação organizada agilizará o processo e evitará surpresas.

Se você deseja financiar, pode ser que precise preencher os seguintes pré-requisitos:

  • ser brasileiro, naturalizado ou ter visto permanente para estar no Brasil;
  • não ter restrições no CNPJ ou CPF como Serasa, SPC e Receita Federal;
  • ter renda suficiente (e comprovar) para assumir a prestação mensal;
  • ter mais de 18 anos ou ser emancipado após os 16.

Com um planejamento e atenção aos detalhes, você estará mais próximo de transformar o sonho da casa própria em realidade em 2024. Comece agora a traçar seu caminho em direção ao imóvel dos seus sonhos!

 

E lembre-se, nós podemos ajudar! Conte com uma equipe especializada em vendas de alto padrão na região centro-sul de Belo Horizonte, além de Nova Lima, Vila da Serra e Vale do Sereno! A compra do imóvel dos seus sonhos está aqui! Entre em contato com a Valore Imóveis!

Compartilhe esse post:

Envie uma mensagem!

    Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

      Artigos relacionados

      23 de fevereiro de 2024
      4 motivos para morar nas regiões Centro-Sul e Sul de Belo Horizonte

      Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais, é uma cidade rica em cultura, história e, é claro, beleza. Entre as diversas regiões que compõem a cidade, a Zona Centro-Sul e Sul se destacam como escolha estratégica para quem busca uma qualidade de vida elevada. Descubra os motivos pelos quais boa parte dos belorizontinos escolhem viver […]

      Continue lendo
      16 de fevereiro de 2024
      Viver nas alturas: vantagens e desvantagens dos grandes empreendimentos

      Os grandes empreendimentos imobiliários emergem como uma poderosa tendência no cenário urbano, transformando o modo como vivemos e experienciamos as cidades. Hoje, queremos te convidar a refletir sobre as nuances de morar nas alturas, desvendando as vantagens e desvantagens desses grandiosos prédios que se destacam na paisagem urbana. Leia também: Comprar um apartamento ou investir […]

      Continue lendo
      26 de janeiro de 2024
      O que esperar do mercado imobiliário em 2024?

      O mercado imobiliário está constantemente evoluindo e se adaptando às mudanças nas preferências de consumo. Em 2024, espera-se que algumas tendências continuem moldando o setor, como uma maior conscientização ambiental, o uso de inteligência artificial, a mudança nas mentalidades em relação ao aluguel e perspectivas positivas para quem deseja adquirir sua primeira casa. Acompanhe aqui […]

      Continue lendo
      Deixe que a Valore encontre o imóvel perfeito para você!
      envelopephone-handsetmap-markerpointer-right linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram